Moreno e Moreninho









Página Inicial


Para saber mais...


Página Índice dos Compositores e Intérpretes


Ouvir Música Caipira





Pedro Cioffi, o Moreno, nasceu em Machado-MG no dia 27/11/1925 e faleceu em Poços de Caldas-MG, no dia 14/12/1995. João Cioffi, o Moreninho, nasceu em 29/09/1927 também na cidade de Machado-MG e faleceu em Campinas-SP, no dia 23/04/2008.

Trabalharam bastante no campo durante a infância. E gostavam da Viola e da Música Caipira. Houve melhora na situação financeira na década de 1940 quando da mudança da família de Machado para Poços de Caldas-MG, onde os irmãos Cioffi foram charreteiros, donos de cavalos de aluguel e também negociantes.

Pedro e João Cioffi iniciaram a carreira artística na Rádio Cultura de Poços de Caldas-MG, onde permaneceram por quase 5 anos. Foram eles os primeiros a divulgar a nossa riquíssima Música Folclórica no rádio, o que antes só era feito pelos foliões, nas Congadas e Folias de Reis.

No início da década de 1950, Moreno e Moreninho trocaram Poços de Caldas-MG pela Paulicéia Desvairada, onde passaram a se apresentar na Rádio Record, na qual permaneceram por bastante tempo. E foi em 1953, no Rio de Janeiro-RJ que a dupla gravou o primeiro disco 78 RPM, pela gravadora Sinter (Nº 210), com as músicas "Namoro Moderno" (José Eloy Garcia - Moreno), no Lado A, e "Nossa Senhora Aparecida" (Moreninho), no Lado B.

Merece destaque também a amizade que Moreno e Moreninho tinham com Raul Torres. De acordo com Ivone Cioffi (a "Morena", filha e parceira de Moreninho como será visto logo abaixo), "... Moreninho comentava sempre com muito carinho. Raul Torres ia buscar meu pai em casa para conversarem sobre suas Obras Musicais. Ele até queria gravar Folias de Reis com Moreno e Moreninho, mas, infelizmente, teve um infarte fulminante de repente (...) Dizia meu pai que Raul Torres era 'fechadão' (...) poucos amigos, entre os poucos que tinha, Moreninho era um em especial..."

Na foto abaixo, enviada por Ivone Cioffi ("Morena"), da esquerda prá direita, Geraldo Blota, Moreno, Paulinho de Carvalho (proprietário da Rádio Record), Raul Torres, Moreninho, Florêncio e Tontulino (Jagua Peré - Humorista e Mágico):



Essa foto é de 1952, na Rádio Record, pouco tempo antes de Moreno e Moreninho gravaram seu primeiro trabalho artistico em Disco 78 RPM. Ainda de acordo com Ivone Cioffi ("Morena"), "...foi o Tontulino que os apresentou pela primeira vez à Rádio Cultura de Poços de Caldas-MG, no programa 'Viajando pelo Sertão' e os acompanhou até a Rádio Record, depois do saudoso Blota Junior ter proposto ao Moreninho para ir com seu irmão Moreno, já contratados, para a famosa emissora paulistana..."

E em 1954, Moreno e Moreninho apresentaram um espetáculo de "Folia de Reis", com um grupo autêntico de foliões, no Teatro Municipal de São Paulo-SP, casa de espetáculos privilegiada para Concertos Sinfônicos e Óperas! Moreno e Moreninho foi a primeira Dupla Sertaneja a se apresentar nesse Teatro, o mesmo onde, no final da década de 1970, Tonico e Tinoco também apresentaram o espetáculo "Da Beira Da Tuia Ao Teatro Municipal"!!

Em 1956, Moreno e Moreninho gravaram e fizeram bastante sucesso com a Congada "Treze de Maio" (Teddy Vieira - Riachão - Riachinho); é importante lembrar que a dupla Riachão e Riachinho (Vitório e Orlando Cioffi), também formada por dois irmãos de Moreno e Moreninho, havia gravado seu primeiro disco no ano anterior, em 1955. Aliás, a Família Cioffi teve cinco irmãos que fazem parte da História da Música Caipira Raiz: as duplas Moreno e Moreninho, Riachão e Riachinho e também o Catireiro (Omero Cioffi)!

E no ano de 1959, Moreninho, por motivos particulares, deixou por algum tempo a dupla e seguiu de volta para Poços de Caldas-MG. Moreno chegou ainda a fazer algum sucesso cantando em dupla com Paraguai e, mais tarde, com Adolfinho. Na foto acima e à direita, Moreno e Adolfinho.

E Moreninho também formou dupla com Minuano, em 1975, a qual durou dois anos. Moreninho procurou novamente o irmão Moreno e a dupla "Moreno e Moreninho" voltou a existir por mais algum tempo.

Em 1973, Moreno e Moreninho também participaram do filme "No Rancho Fundo", de Osvaldo de Oliveira, no qual interpretaram "Casa da Mãe Joana" (Moreno - Capitão Furtado), e "Sanfona Furada" (Moreno - José Alves).

Moreno e Moreninho lançaram ainda o método de Viola Caipira "No Braço da Viola" e também participaram do lançamento da revista e também da gravadora "Paisagem Sertaneja" cujo secretario geral era José Carlos Cioffi. Moreno também foi proprietário da loja de discos e instrumentos musicais que ficava na Rua dos Protestantes, 154, próxima ao Jardim da Luz na Capital Paulista. E na foto acima e à direita, Moreno participando do histórico primeiro programa "Viola Minha Viola" na TV Cultura de São Paulo-SP em Março de 1980.

Com o falecimento de Moreno em 1995, Moreninho formou dupla com sua filha Morena (Ivone Cioffi Monteiro - nascida em Poços de Caldas-MG). "Morena e Moreninho" gravaram 5 CD's, tendo iniciado em 1999 com o CD "Abrindo Novos Caminhos".

Não podemos citar a História da nossa Música Caipira Raiz sem mencionar essa excelente dupla mineira que foi Moreno e Moreninho, dupla que cultivou ao longo de toda a sua carreira um repertório voltado para o nosso riquíssimo Folclore, com ritmos tais como Folia de Reis, Congada, Catira, Toada, Cururú, Rasqueado, Recortado, Xote e Folia do Divino, além da autêntica Moda de Viola. Dentre seus maiores sucessos, podemos destacar "Treze de Maio" (Teddy Vieira - Riachão - Riachinho), "Milagre da Rede" (Moreninho - Rocha de Menezes) (a Música cujo trecho o Apreciador ouve ao acessar essa página), "Divino Espírito Santo" (Torrinha - Canhotinho), "O Caipira Que Foi Na Lua" (Martins Neto - Moreno), "São Gonçalo" (José Alves - Moreno), "Alma de Caboclo" (Moreno - Ilson Pohl), "Conquista da Lua" (Moreninho), "João Boiadeiro" (Moreninho - Morena), "Alvorada Cabocla" (Moreno), "Rei Pelé" (Moreninho), "Princesa Izabel" (Moreninho) e "Casamento do Caipira" (Moreno - Moreninho), apenas para citar algumas.


Clique aqui e ouça "Santo Frei Galvão" (Morena - Moreninho), interpretada por Morena e Moreninho. Nessa belíssima composição, Moreninho e sua filha Ivone Cioffi Monteiro homenageiam Santo Antônio de Santana Galvão, o Frei Galvão, que é o primeiro Santo Brasileiro, e que foi canonizado no dia 11/05/2007 pelo Papa Bento XVI, em sua visita ao Brasil. Gravação fornecida gentilmente por Ivone Cioffi (Morena).


Na foto abaixo, enviada gentilmente por Ivone Morena Cioffi, os jovens Violeiros Rodrigo Mattos e Juliana Andade acompanham Morena e Moreninho com o dueto de suas Violas. Juliana também participou do segundo CD de Morena e Moreninho (Brasil Nossa Terra).




Na foto abaixo, Morena e Moreninho em sua residência em Campinas-SP, numa tarde descontraída em 12/03/2007:




Na foto abaixo, da esquerda prá direita, o Radialista José Francisco (que apresenta junto com Maikel Monteiro o Programa "Brasil Caboclo" nos 630 kHz da Rádio Paraná Educativa (e-Paraná) - AM de Curitiba-PR, no ar todos os Domingos das 07:00 às 09:00 da manhã), Ricardinho, Moreninho, Morena e Netinha, numa tarde descontraída em 12/03/2007 na residência da Família de Morena e Moreninho:




Moreninho "partiu para o Andar de Cima" na madrugada de 23/04/2008, enquanto dormia, em sua residência em Campinas-SP. Faleceu vítima de angina e seu corpo foi sepultado em Poços de Caldas-MG. A Missa de Sétimo Dia foi celebrada na Paróquia de Santo Antonio, na Avenida da Saudade em Campinas-SP, no dia 29/04/2008.


Segue abaixo, o Poema escrito pelo seu irmão Riachão, o qual foi por ele declamado na hora do Sepultamento do Moreninho:




E três Violeiros da "Orquestra Paisagem do Sertão" de Poços de Caldas-MG (coordenada pelo Riachão) homenagearam o Moreninho, durante os Funerais, tocando e cantando um dos seus maiores sucessos, que foi "João Boiadeiro" (Moreninho).


Ivone "Morena" Cioffi continua trabalhando em prol da Preservação dos Direitos Artísticos e Autorais da inesquecível Dupla Caipira Raiz que foi "Moreno e Moreninho", além da Dupla "Morena e Moreninho" que ela formou com seu pai.

E Ivone Morena também está preparando o Livro "Biografia em Dose Dupla" com a Memória das Duplas "Moreno e Moreninho" e "Morena e Moreninho". O Projeto está aos cuidados do Vereador José Carlos Silva de Campinas-SP, que já o encaminhou para a Secretaria de Cultura! Tão logo se consiga a aprovação do mesmo, o livro será editado em série!

A Filha de Moreninho escreveu nesse livro um resumo biográfico "...utilizando informações de meu próprio pai e isso me trouxe muitos momentos alegres, porém, bastante saudosos..."


Contato para venda de CD's e autorização para gravação das Composições de Moreno e Moreninho (falar com Ivone Cioffi):

(19) 9210-2719



Clique aqui e conheça o Blog Morena e Moreninho - Lembranças e Histórias da Dupla o qual remomora a Dupla Caipira formada pelo saudoso Moreninho e sua filha Ivonne Cioffi Monteiro.

Clique aqui e conheça mais um pouquinho sobre a inesquecível Dupla "Moreno e Moreninho", num excelente artigo que foi postado, no dia 30/04/2011, no Blog Modas e Viola, desenvolvido por Ari Donato, num espaço que ele reserva à divulgação das belezas da Viola e das coisas de Guanambi-BA, sua cidade querida!!!

Clique aqui e conheça o Artigo intitulado Catigeró de Moreno e Moreninho escrito por Vanderlei Pinheiro, no dia 16/08/2011, no Blog Santo Antônio de Categeró! Trata-se da menção à Música "Santo Antônio de Catigeró" (José Alves - Moreninho), que é a 11ª faixa do LP "Hinos de Reis" (JPT 052), gravado pela Dupla "Moreno e Moreninho", na Gravadora Japoti, em 1975!



Obs.: As informações contidas no texto dessa página são originárias do Livro de Rosa Nepomuceno "Música Caipira - Da Roça Ao Rodeio", do Livro de Ayrton Mugnaini Jr "Enciclopédia Das Músicas Sertanejas" e também dos sites Dicionário Ricardo Cravo Albin de Música Popular Brasileira, Morena e Moreninho - Lembranças e Histórias da Dupla, Casa Sertaneja, Blog Modas e Viola de Ari Donato, IMMUB - Instituto Memória Musical Brasileira, Fundação Joaquim Nabuco e Instituto Moreira Salles, além de fotos e informações gentilmente fornecidas por Ivone Cioffi, a "Morena", filha e parceira musical do Moreninho. Ver também mais detalhes e links na página Para saber mais... onde constam as Referências Bibliográficas sem as quais a elaboração deste site teria sido impossível.



Essa viagem pela Música Caipira Raiz não pára por aqui: Clique aqui e pegue o trem, que ele agora irá para Jimirim-MG: conheça um pouquinho dessa dupla, cujos integrantes também são irmãos de Moreno e Moreninho e, além de Cantadores, também se celebrizaram na Composição com belíssimas Páginas Musicais tais como "Treze de Maio" (Teddy Vieira - Riachão - Riachinho) e "A Marca da Ferradura" (Lourival dos Santos - Riachão)! Conheça um pouquinho da Trajetória Artística da Dupla Riachão e Riachinho.




Ou então, se você preferir outro compositor ou intérprete, clique aqui e "pegue outro trem para outra estação", na Página-Índice dos Compositores e Intérpretes.

















Voltar ao Topo